Categorias:

Importância do naming estratégico

A importância do naming estratégico

Você conhece o processo de naming?  Naming – dar nome à marca – é uma das etapas mais importantes para uma empresa.

O objetivo é levar em conta o público, valores, posicionamento, mercado, entre outros aspectos ligados à marca, para que seja possível transmitir uma mensagem eficaz. 

Por isso, o naming é um processo estratégico que vai muito além de uma escolha por gosto pessoal. Vale a pena questionar-se:

  • Qual sensação ele transmite?
  • Possui alguma associação rápida?
  • Há uma história a ser contada?
  • Tem origem?
  • Representa um conceito?
  • Desperta interesse?
  • Foge do óbvio? (instigar a imaginação das pessoas também é um recurso de awareness da própria marca).

Este processo é muito mais complexo do que parece.

A responsabilidade é enorme, visto que é uma das primeiras formas de interação com o público e um dos aspectos fundamentais para o favorecimento da lembrança e pregnância da marca. É por isso que o seu impacto deve ser pensado conforme os objetivos centrais da marca.

Podem ser eles:

  1. Destacar-se frente à concorrência;
  2. Despertar curiosidade;
  3. Evidenciar um segmento, produto, serviço, conceito etc;
  4. Transmitir valores;
  5. Dialogar com o universo;
  6. Flexibilidade para o desenvolvimento de novos produtos/serviços ou a entrada em novos mercados;

Entre inúmeros outros.

Vamos trazer um exemplo, para que você possa entender melhor a importância de um naming estratégico:

Imagine que você e seu sócio têm um escritório de arquitetura. 

A ideia inicial do nome da marca, que vocês escolheram por conta própria, foi:

WK Arquitetura

A escolha:

– representa as iniciais dos sócios;

– está diretamente associado aos co-fundadores (posteriormente pode haver mudanças na liderança, o que prejudica o naming);

– apresentava apenas uma vertente do negócio (arquitetura)

Após procurar uma empresa especialista em branding, vocês decidem fazer uma mudança estratégica do naming para:

Árteno

Com isso, vocês:

– uniram os pilares da marca: arte + tecnologia + inovação;

– focaram na maturidade da nova fase, assim como na redução de elementos para fortalecer a percepção de requinte;

– buscam contar a história da marca.

Entenda: NUNCA é apenas um nome!

É sobre a capacidade de sintetizar a marca e dialogar rapidamente com o público. E mais do que isso, é a responsabilidade de carregar uma história e permitir que ela seja sustentada ao longo dos anos, sem dificultar o crescimento da empresa.

E a sua empresa, tem um nome que considera tudo isso? 

Compartilhe esse post:

Acelere!

Converse com nossos especialistas e entenda como a Aceleradora N1 pode transformar o marketing e vendas da sua empresa, lhe ajudando a fazer a diferença no mercado. Vamos acelerar juntos!